quarta-feira, 27 de junho de 2012

A VOLTA por VITOR MANOEL URBANO


A VOLTA
POR
             VITOR MANOEL URBANO

CENA 1 – CASA ABANDONADA – EXTERNA – NOITE
EM UMA RUA SEM SAIDA, HAVIA UMA CASA ABANDONADA,E PASSAVA POR LÁ UM MENINO DE CABELO PRETO,OLHOS VERDES E MAGRO.
MENINO ’OFF’
O QUE A CHAVE FALOU PARA A PORTA?
ZOOM DA PORTA.

CENA 2 – NEUTRO – EXTERNO – NOITE
DEPOIS, A CHAVE CHEGOU PERTO DA PORTA, SE COLOCOU DENTRO DA FECHADURA.
                CHAVE
      VAMOS DAR UMA VOLTINHA?
FIM

POR UMA BOBEIRA de STEPHANIE NEPOMUCENO SOLIDADE


ROTEIRO
POR UMA BOBEIRA
POR
STEPHANIE NEPOMUCENO SOLIDADE
CENA 1 – CIDADE PEQUENA COM CASA DA MANUELA – DIA – EXTERNO
PLANO MOSTRANDO A CIDADE PEQUENA ZOOM IN NA CASA DA MANUELA,UMA GAROTA DE PELE PARDA POBRE MAGRA CABELOS NEGROS OLHOS COR DE MEL ARREGALADOS SEMPRE VESTIDA DE PRETO COM OLHEIRAS FORTES SEMPRE COM EXPRESSÃO TRISTE,QUE APARECE NA JANELA . MOÇA DE APARENTE 26 ANOS DE CABELOS NEGROS MAGRA ESTATURA MEDIA,VELHINHA IDADE APARENTE 67 ANOS MAGRA CABELOS GRISALHOS, GAROTO APARENTE 12 ANOS  MAGRO ESTATURA BAIXA PASSAM EM FRENTE A CASA DE MANUELA.

MOÇA
NOSSA COMO A MANUELA É SOMBRIA.

VELHINHA
ELA É ESTRANHA.

GAROTO
 ELA DEVE TER ALGUM PROBLEMA MENTAL.

CLOSE NA MANUELA SE SENTINDO DESLOCADA COM OS DEDOS ENTRELAÇADOS.

CENA 2 – PRAÇA – DIA - EXTERNO
NENEM TOMANDO MAMADEIRA.

CENA 3 – JANELA DA CASA DA MANUELA – DIA – EXTERNA
CLOSE NA MANUELA PENSANDO.
MANUELA (OFF)
ESSA CRINÇA QUANDO CRESCER VAI DESTRUIR O MUNDO. UM A MAIS NO MUNDO PRA RESPIRAR.
CENA 4 -  FUNDO NEUTRO  – DIA - EXTERNO
DESPERTADOR EM CLOSE MARCANDO 5:59. ELA VIRA PARA 6:00 E DESPERTA.
CENA 5 -  CALÇADA – DIA – EXTERNO
KADU COM O CABELO CASTANHO CLARO OLHOS CASTANHOS PELE PARDA ALTURA MEDIA CAMISETA VERDE CALÇA AZUL ESCURO TÊNIS PRETO ANDA AO LADO DE MANUELA. GATO FILHOTE APARECE ANDANDO NA CALÇADA. ROSTO DA MANUELA FALANDO.
MANUELA
QUE GATO RUIM

ROSTO DE KADU.
KADU
POR QUE RUIM MANUELA ELE É TÃO FOFINHO.

MANUELA
ELE PARECE SER FOFINHO, MAS DE FOFINHO SÓ TEM A CARA, VOCÊ ACHA ELE FOFINHO QUANDO COME OS PASSARINHOS DOS VIZINHOS OU SOBE EM CIMA DAS ARVORES PARA OS FILHOTES DE PASSARINHO?

KADU
É MANUELA !MAS É DA NATUREZA DELES FAZER ISSO

MANUELA
ENTÃO EU VOU TE MATAR, COMER E DEPOIS SE PERGUNTAREM O POR QUE, EU VOU DIZER QUE FOI DA MINHA NATUREZA

KADU
CREDO MANUELA ! VOCÊ SERIA CAPAZ DE FAZER ISSO COMIGO?

MANUELA
SE FOSSE PARA EU TE MATAR EU JÁ TINHA FEITO ISSO HÁ MUITO TEMPO,VOCÊ NÃO ACHA?

KADU
EU NÃO ACHO NADA

ROSTO DO KADU COM CARA DE ASSUSTADO

MANUELA

A KADU QUER SABER DE UMA COISA VAMOS EMBORA QUE JÁ ESTAMOS FICANDO ATRASADOS PARA A ESCOLA.
KADU
É VERDADE,VAMOS!

CENA 6 – FRENTE DA ESCOLA – EXTERNO - DIA
KADU DA TCHAU PARA MANUELA E VAI EM DIREÇÃO A UM GRUPO DE AMIGOS. MANUELA FICA PARADA PENSANDO BALANÇANDO A CABEÇA .

CENA 7 – MANUELA ANDANDO NA CALÇADA – EXTERNO – DIA
MANUELA SAI DA ESCOLA. PELA JANELA KADU VÊ A MANUELA SAINDO DA ESCOLA. ELA VOLTA PARA O LOCAL ONDE O GATO ESTAVA .

CENA 8 – LAGO – EXTERNO - DIA
MANUELA  PEGA O GATO E SE DIRIGEM AO LAGO. JOGA O GATO NO LAGO E OBSERVA ELE AFUNDAR. DE LONGE KADU OBSERVA O QUE ACONTECE E DEPOIS FOGE.

CENA  9  - SALA DE AULA – INTERNA - DIA
KADU NA SALA DE AULA SENTADO COM CARA DE SSUSTADO. AMIGO PERGUNTANDO PARA O KADU.

AMIGO DO KADU
O QUE ACONTECEU?
KADU
NADA DE MAIS!

CENA  10  -  LAGO – EXTERNA – DIA
KADU SAINDO DA ESCOLA E VOLTANDO PARA O LAGO.

CENA  11 – FRENTE DO LAGO – EXTERNA - DIA
KADU VÊ MANUELA ESTIRADA NO CHÃO TODA MOLHADA.KADU VAI VER O QUE TINHA ACONTECIDO COM MANUELA.
CENA  12 -  CLOSE DO BILHETE – EXTERNA - DIA
BILHETE SOBRE O CORPO DE MANUELA

BILHETE
Kadu sei que é você quem vai me encontrar Saiba QUE eu gosto muito de você e jamais seria capaz de te machucar.Eu afoguei o gato e não suportei o fato de eu ter te dito aquilo. Continue sua vida sem mim saiba que eu quero que você seja muito feliz
                                     Adeus Kadu  

CENA 12 – LAGO – EXTERNA - DIA
KADU SE JOGANDO NO LAGO DESCENDO A CAICHOEIRA E SUMINDO ENTRE AS AGUAS.
FIM



UMA LOIRA NO MERCADO por PAULO HENRIQUE MELO ROCHA


UMA LOIRA NO MERCADO
POR
PAULO HENRIQUE MELO ROCHA
CENA 1 – CAIXA DO MERCADO – INTERNA – DIA
LOIRA,UMA MULHER NOVA ESTAVA USANDO UMA CAMISA UMA CALÇA E UM SAPATO. VENDEDOR ,UM MOÇO NOVO USANDO BONÉ UMA CAMISETA UMA CALÇA E UM TÊNIS. O VENDEDOR ATRÁS DO BALCÃO  LOIRA CHEGA.

LOIRA
OLÁ ME DA UM REFRIGERANTE POR FAVOR

O VENDENDOR PEGA O REFRIGERANTE E ENTREGA PARA A LOIRA.LOIRA TENTA ABRIR O REFRIGERANTE E FICA BRAVA.

LOIRA
DROGA ESTA TAMPA NÃO QUER ABRIR
VENDEDOR
PARA ABRIR TEM QUE TORCER

LOIRA PUXA UMA BANDEIRINHA E COMEÇA A PULAR.

LOIRA
ABRI! ABRI! ABRI!

FIM

CELCIO E ÉRNIO por MURILO C. CHAGAS


CELCIO E ÉRNIO
POR
MURILLO C. CHAGAS

CENA 1 – PRAÇA DE ROMA – EXTERNO – DIA
CELCIO ARMADURA, BAIXO, MAGRO, USA UMA ESPADA CURTA. ERNIO ARMADURA, ALTO, MAGRO, USA DUAS ESPADAS. ELIAS ENCAPUSADO ESCONDENDO O ROSTO, UM SACO ENORME EM SUAS COSTAS. ESCONDIDO ATRAS DE UMA CARRUAGEM.

CELCIO
NOSSA!QUE CALOR, EI ERNIO VAMOS TOMAR ALGUMA COISA GELADA?

ERNIO
COM QUE DINHEIRO!SO PARA LEMBRA-LO NÃO TEMOS DINHEIRO NEM PARA DORMIR EM ALGUM ALOJAMENTO.

ELIAS CAMINHA ATE CELCIO E ERNIO.

ELIAS
ESCUTEI A CONVERSA DOS DOIS E PELAS SUAS VESTES PARECEM MERCENARIOS, EU TENH...
CELCIO
EI VOCÊ DESEMBUXA LOGO E DIZ QUANTO VOCÊ QUER PAGAR E O QUE QUER QUE FAÇAMOS!

ERNIO DA UM TAPA NA CABEÇA DE CELCIO.

ERNIO
CALA BOCA CELCIO!DESCULPE-ME SENHOR MEU COLEGA É UM POUCO APRESSADO DIGA SEU NOME E TALVEZ PODEREMOS AJUDA-LO POR UMA CERTA QUANTIA.

ELIAS
MEU NOME É ELIAS E TENHO QUE RECUPERAR A ESPADA DE MINHA FAMILIA SÓ QUE FOI ROUBADA PELOS LADRÕES. SEI AONDE ELES ESTÃO MAS NÃO PODERIA RECUPERA-LO. PAGAREI 1 MOEDA DE OURO E UMA  GARRAFA DE VINHO GELADA SE VOCÊS VOLTAREM COM ELA.
CENA 2 – ESCONDERIJO DOS LADRÕES – INTERNO – NOITE

CELCIO E ERNIO ENTRAM NA SALA DE TESOUROS E ACHAM VARIOS SACOS DE OURO,  A ESPADA E DOIS LADRÕES DORMINDO.
CELCIO
VAMOS ERNIO VAMOS BATER NELES.

ERNIO
NÃO SEU IDIOTA SE ELES ACORDAREM VÃO CHAMAR OUTROS LADRÕES

OS DOIS PEGAM UMAS BOLSAS DE DINHEIRO E A ESPADA E FOGEM.

CENA 3 – PRAÇA ROMANA – EXTERNO – DIA
CELCIO CORRE ATE ELIAS E TROPEÇA EM UMA PEDRA E QUEBRA A ESPADA

ELIAS
NÃO!

CELCIO
NOSSA!ESSA ESPADA É FEITA DE VIDRO?

ERNIO

SEU ESTUPIDO VOCE QUEBROU A ESPADA!

O SAPINHO por MAYARA THAIS DE BARROS

Roteiro
O SAPINHO
DE
MAYARA THAIS DE BARROS

CENA 1 – MATO COM MONTANHA – DIA - CLOSE
SAPO TIRA PISTOLA E DA UM TIRO

CENA 2 – MATO COM MONTANHA – DIA – PLANO GERAL
7 SAPOS  INICIAM A CORRIDA EM DIREÇÃO A MONTANHA.

CENA 3 – CAIXA – DIA – CLOSE
TROFEU DENTRO DE CAIXA

CENA 4 – MATO COM MONTANHA – DIA – PLANO MEDIO
SAPO BEM MAGRINHO, SUANDO COM LINGUA DE FORA NA CORRIDA.

CENA 5 – MATO COM MONTANHA – DIA – PLANO AMERICANO
SAPO DA PISTOLA COM OUTRO SAPO

SAPO DA PISTOLA
ATE PARECE QUE ELE VAI GANHAR, OLHA SÓ PARA ELE
OUTRO SAPO CONCORDA BALANÇANDO A CABEÇA.

CENA 6 – MATO COM MONTANHA – DIA – PLANO MEDIO
SAPO BEM MAGRINHO, SUANDO COM LINGUA DE FORA NA CORRIDA

SAPO 1
ATE PARECE QUE ELE VAI CONSEGUI FRACO DESSE  JEITO NÃO SEI PRA QUE TANTO ESFORÇO

SAPO 2
É MESMO NÉ FRACASSADOOO

SAPO 3
IIII FORA III FORA 

CENA 7 – MATO COM MONTANHA – DIA – PLANO MEDIO
TRÊS SAPOS COM O ROSTO ASSUSTADO OLHAM PARA A CORRIDA. 

CENA 8 – LINHA DE CHEGADA DIA – PLANO MEDIO
SAPO MAGRINHO CHEGA A FINAL   E ATRAVESSA A LINHA DE CHEGADA.

CENA 9 –LINHA DE CHEGADA – DIA –PLANO MEDIO
SAPO REPÓRTER
FOI MUITO DIFICIL VENCER ESSA CORRIDA? NOS CONTA O EU SEGREDO!
SAPO MAGRINHO. ELE FAZENDO GESTOS PARA O REPORTER.
TODOS COM CARA DE ESPANTO ELE É SURDO.

SURGE ESCRITO

MUITAS VEZES NA VIDA TEMOS QUE NOS FAZER DE SURDO PARA ALCANÇAR NOSSOS SONHOS.

FIM     

terça-feira, 26 de junho de 2012

VÍDEO EXPERIMENTAL BRUNO BERNARDO

<iframe width="420" height="315" src="http://www.youtube.com/embed/YkdohErPuqA" frameborder="0" allowfullscreen></iframe>